terça-feira, 6 de fevereiro de 2007

Resumo de um louco.

Fora um sonho. Fora? Claro. Ele repetia a todo instante em um eco vazio e surdo da voz que se propagava dentro de si. Ele repetia as mesmas palavras, buscando tragá-las, da mesma forma que, no sonho, a escuridão tragara as verdades que ele conhecia. Da mesma forma que tragava para dentro de seu sistema a fumaça analgésica da nicotina: rápida, frenética. Almejava esquecer e sentir-se melhor. Fora tudo apenas um sonho. Apenas um sonho que nunca se tornará realidade. Fora?

Podia ouvir as vozes e os risos que lhe dilaceravam o peito, uma lembrança de um sonho ruim que não o deixava em paz. As lágrimas e os gritos que, incessantemente, vinham, e vinham, e vinham... vinham-lhe à memória borrada de um sonho ruim. Descia uma nuvem densa de algum lugar que não era o céu, estaria ele no inferno? Borrava-lhe as vistas e engolia toda a verdade que ele desconhecia: os risos, as lágrimas, os risos, a dor, o esquecimento.

Fumava tão alucinadamente que a fumaça que o cigarro produzia o fazia recordar com mais vida das lembranças que lhe atormentavam o presente; das lembranças embaçadas; do sonho que nunca será realidade. Nunca será realidade, no futuro. Do sonho de um passado, do passado. Ele precisava de mais cigarros. Precisava de mais fósforos. Queria se perder dentro das memórias fracas e obtusas, queria relembrar e ter certeza de que fora um sonho apenas. Queria lembrar para esquecer.

13 comentários:

David Herculano disse...

"Queria lembrar para esquecer."

Perfeito.

Melhor ainda quando lembro que você perguntou minha opinião antes! =~~~~

Honrado!

Beijos!

Shadow disse...

Wow!
Muito bom!

Bel Muniz disse...

Um conto angustiante...

Vc tem futuro, garota! Parabens.

Bel Muniz disse...

conto ou cronica? nem sei bem.. bjs.

Ricardo disse...

a culpa é q vc fuma d+

XD

hauHAuAHuAHuAHuAHuHAuHAuAHuHAuHAUA

lindo texto viu !!!

k_io87 disse...

Finalmente diminuio um pouco os email destinados...

ananda disse...

gostei!texto curto e q diz mta coisa!os melhores (sabe q n tenho paciencia p ler textos longos na net,ne?rs!
ain,que vontade de sentr cheiro de cigarro! hihi
bju,fooox!\o/

Jerusa disse...

Realmente você tem futuro!!
E esse conto me lembrou uma música do Dave Matthews Band.
"One drink to remember, then another to forget"
Muito bom!

ananda disse...

amei seu comentario no blog do bao sobre o garoto cinza! rs!mt verddeiro!

Thiago F. disse...

Bek, esse texto me lembro o bom e velho spleen dos românticos. Todo esse ambiente de lembranças, devaneios e fumaça de cigarro.

Gostei.

Mauricio L.H.P. disse...

*ao fundo som de platéia aplaudindo loucamente*

Já que aquele jornalzinho não quis publicar seus maravilhosos textos, você têm esse "refúgio" público para expô-los e nos deleitar com o seu talento.
Você vai dizer que precisam amadurecer, pode até ser, porém todos os grandes escritores começaram com textos curtos publicados em blogs na internet, e com certeza não tinham tanta qualidade no ínicio de suas carreiras como tem você.

Beijos,

Te amo e te adoro.

Caio Marinho disse...

"Lembrar para esquecer."

Tem um livro do Drummnond que chama assim.

JD disse...

Será que só escrever JACKS é o suficiente pra fazer todas as analogias infames com o texto?
Perspicaz como você é, tenho certeza que vai fazer todas elas. ;)

;***

Histórico


as primeiras ideias...